2 de ago de 2015

BUCHADA DE BODE

165_1346-buchada

+Buchada de bode 
 
Um amigo lá do nordeste(Natal),ao passar pelo meu blog, mandou-me um email perguntando-me onde estava a receita da buchada,retornei o email,pedindo sua colaboração, no sentido de me enviar a receita para quê pudesse publicá-la, e aí está: 

receita enviada por PAULO FERNANDES AMORIM, Natal(RN)


  • 1 bucho grande de cabrito
  • Vísceras de 1 cabrito (rins, tripa, fígado, língua, coração)
  • 1 colher (sopa) de tempero seco (cominho e pimenta do reino)
  • 1 maço de coentro
  • 1/2 xícara de azeite de boa qualidade ou 200 g de toucinho cortado em cubinhos bem pequenos
  • 2 cebolas grandes
  • 2 colheres (sopa) de colorau
  • 2 colheres (sopa) de sal
  • 2 pimentões grandes
  • 3 colheres (sopa) de vinagre ou suco de limão
  • 6 limões grandes
  • 8 dentes de alho amassados

  1. Limpe bem todas as vísceras, retirando a cartilagem e o sebo
  2. Limpe o bucho, lavando-o várias vezes em água corrente e esfregando o limão por dentro e por fora
  3. Leve o bucho e as vísceras ao fogo para escaldar um pouco
  4. Depois da fervura retire do fogo e limpe bem o bucho, raspando com uma faca. Separe.
  5. Retire alguns resíduos restantes e a pele da língua e corte as vísceras e o t em pedaços bem pequenos.
  6. Junte o bucho e as visceras em uma bacia e tempere com o tempero seco, o coentro, o sal, a cebola, o alho, os pimentões picados e o colorau
  7. Junte o vinagre ou o suco de limão e deixe marinar por pelo menos cinco horas.

Passado o tempo de marinar, é hora de fazer os saquinhos da buchada:
  1. Separe o bucho e os miúdos.
  2. Corte o bucho do bode em pedaços grandes e dobre-os ao meio (um bucho de bode rende de 6 a 8 pedaços), costurando com agulha e linha grossa os lados e deixando apenas uma abertura por onde será colocado o recheio.
  3. Junte o toucinho às vísceras marinadas e recheie com eles os saquinhos, fechando a abertura com agulha e linha
  4. Leve os saquinhos recheados ao fogo em uma panela grande com água e deixe cozinhar por algumas horas ou até que, apertando com as costas do garfo ou de uma colher, o bucho esteja mole, quase cedendo.
  5. Sirva quente, acompanhado com mocotó, arroz e farofa


Postar um comentário